Quando cortar?

Cortar o cabelo regularmente é essencial para mantê-lo forte e saudável. O hábito ajuda a eliminar pontas duplas, dar leveza e evitar a quebra dos fios danificados. No entanto, a frequência com que o cabelo precisa ser aparado varia de pessoa para pessoa e depende muito do seu corte e tipo de cabelo. Para que você consiga manter suas madeixas do jeito que gosta, reunimos algumas dicas poderosas para todos os tipos de cabelo. Confira!

Cabelos curtos – Corte com mais frequência

Quando os fios estão curtos, qualquer mudança no comprimento fica mais evidente. Por isso, para manter o corte sempre no tamanho desejado, é preciso apará-los em intervalos de seis a oito semanas. O mesmo ocorre com as franjas, que em algumas semanas podem mudar completamente de formato devido ao crescimento. Para mantê-las no estilo desejado, a recomendação dos profissionais é aparar a cada quinze dias.

Cabelos longo: apare para evitar pontas duplas

O cabelo longo tem as pontas bem mais danificadas e sensibilizadas do que a raiz, devido aos danos sofridos ao longo dos anos por secador, chapinha, coloração e alisamento. Por isso, mesmo que o objetivo seja manter o comprimento, é importante aparar as madeixas periodicamente para evitar pontas duplas. Se a intenção for só manutenção (cortar as pontas e fazer pequenas mudanças), o ideal é que o corte seja feito de três em três meses.

Cortar faz o cabelo crescer?

Cortar o cabelo não tem nenhum impacto concreto no ritmo do crescimento, já que as pontas não interferem diretamente na raiz. No entanto, ficar muito tempo sem cortar os fios pode causar quebra, o que dá a impressão de crescimento mais lento graças ao aspecto fragilizado. Por isso, visite o salão a cada três meses, pelo menos, para aparar o comprimento e deixar os fios mais fortes. Ignorar essa frequência pode acarretar no surgimento de pontas duplas ou rompimento do fio.